Evitando golpes na internet

Normalmente existem dois tipos de problemas encontrados na comercialização pela internet. O primeiro e mais sério são os golpistas, (pessoas especializadas em lesar o consumidor) O segundo e igualmente sério são os comerciantes inexperientes que calculam errado seus negócios e não conseguem muitas vezes entregar o produto e nem devolver o dinheiro pago.

Montar um site ou até mesmo uma loja na internet possui um custo muito baixo. Esta característica tecnológica que possui vantagens inquestionáveis também acaba sendo um forte atrativo para pessoas inexperientes que, ao montarem seus negócios gerenciados equivocadamente acabam lesando o consumidor, não de forma intencional, mas forçado pelo erro de gestão.

Já o golpista é um individuo que trabalha sem se preocupar com a lei e quando especializado consegue comprovar e convencer aos seus “clientes” sobre a seriedade e honestidade do trabalho ou produto ofertado.

Em ambos os casos o prejuízo acaba quase sempre no bolso do consumidor e a imagem de uma ferramenta fantástica como a internet é abalada pelo mau uso.

É simples evitar este problema e garantir sucesso nas negociações pela rede, basta apenas algum cuidado.

1) verifique se o domínio é comercial ou gratuito. Se o domínio for comercial verifique o endereço da empresa e os contatos, examine também o tempo em que o site está no ar. (Normalmente empresas quebram no primeiro e segundo ano por erro de administração).

2) Busque pelo Google informações sobre a empresa e veja se existem comentários nos fóruns e listas de discussão.

3) Se a empresa oferecer serviços gratuitos use os mesmos para testar o nível de atendimento e seriedade.

4) No site da Receita Federal é possível verificar a situação de uma empresa pelo CNPJ e saber se ela esta apta para o comercio ou se existem problemas. (Normalmente golpistas não se preocupam com a lei ou burocracias governamentais).

5) Se a empresa é nova e não dispõe de serviços gratuitos ou o domínio não é comercial (provedor gratuito), procure efetuar compras com valores baixos, só para testar a qualidade e credibilidade. É melhor ser lesado em R$ 10,00 do que em R$ 100,00. Mesmo que a empresa tenha uma credibilidade inquestionável, fique atento para não fornecer dados importantes por e-mail. Circula pela rede falsos e-mails solicitando dados pessoais. Este é um exemplo de golpistas especializados usando “emprestado” a credibilidade de empresas reconhecidas para lesar o consumidor.

6) Desconfie de preços que estão muito fora do mercado. Produtos com valores muito baixo podem ser problemáticos, principalmente se ofertados por empresas novas e pequenas. Baixos preços são possíveis quando se efetua grande volume de compras, o que é mais difícil no caso de empresas pequenas.

7) Sempre peça e guarde a nota fiscal. Esta é uma garantia importante se ocorrer algum problema.

Lembre – se: Internet não é a mesma coisa que o comércio formal onde existe uma estrutura física que permite conhecer “olho no olho” com quem você está negociando. No comércio formal, não é possível desaparecer apenas no apertar de um botão como ocorre com a internet em alguns casos, por isso é aconselhável ser precavido. O alicerce do mercado é o relacionamento e a regra geral pode ser resumida em uma frase “Não compre de estranhos”.

Com um pouco de cuidado se efetuam excelentes negócios tanto na rede como na forma tradicional.

Se a empresa que você pretende negociar não possui uma área de relacionamentos que permita conhecer melhor o estabelecimento e proposta comercial, fique atento. Procure sempre efetuar uma pesquisa antes de investir valores significativos.

Os problemas não ocorrem apenas com empresas novas e com os golpistas, mas as chances de receber o produto ou o dinheiro são menores nestes casos. Quando o problema ocorre com uma empresa já estabelecida no mercado a chance de resolver é maior, talvez você tenha de exercitar sua paciência, mas nos casos de empresas estabelecidas é possível aplicar recursos de proteção ao consumidor.

Um site que pode ser útil em caso de problemas comerciais é o reclameaqui.com.br Neste site é possível encontrar orientações e apoio quando o assunto é relacionamento entre consumidor e empresa.


Garanta sua privacidade!
Baixe aqui o Navegador Brave.