Acompanhe!
G+ | Linkedin | Face | Twitter | e-Mail

Domótica: Automação Residencial

Jeferson Silva em 09/2017 | Deu erro? avise aqui

A automação residencial tem como principal objetivo proporcionar conforto e praticidade para seus usuários, com o baixo custo dos equipamentos, tem crescido o numero de adeptos nos últimos anos. Segundo a Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside), mais de 300 mil residências no Brasil possuem algum tipo de automação.

A automatização não é algo novo e sempre esteve ligada ao objetivo de facilitar certas atividades, na antiguidade os moinhos de trigo funcionavam com o vento ou pelo movimento da água, canais de irrigação levavam água de forma automática para as lavouras, muitas são as automatizações inventadas pelos antigos.

Com a invenção da eletricidade foi possível disponibilizar motores, engrenagens e circuitos eletrônicos capazes de automatizar desde a abertura de persianas ou cortinas até o aquecimento do ambiente ou acionamento de câmeras e utensílios como a cafeteira ou o forno através de computadores, celulares e tablets conectados pela internet.
Na atualidade o processo de automação de casas e apartamentos é uma questão que depende apenas da criatividade. Possuímos um vasto numero de equipamentos e acessórios com preços acessíveis para criarmos as mais variadas automações.

A automação mais popular tem sido o uso de câmeras de vigilância controladas a distância pelos usuários, no intuito de monitorar casas e apartamentos. Fabricantes como Sony e Panasonic oferecem uma grande variedade de câmeras que se conectam na internet e permitem observar a residencia em tempo real.

Dependendo do modelo da câmera é possível gravar as imagens tanto no computador como na nuvem em serviços como o GoogleDrive, OneDrive, DropBox, etc. Permitindo ao usuário acessar a imagem de qualquer lugar do planeta através de um login de acesso efetuado pela internet.

Outra modalidade que vem crescendo entre os usuários da automação domestica é a biometria, esta vem sendo usada como fechadura da porta da residencia. Ao invés de usar a chave, basta colocar o dedo no sensor e a porta se abre após identificar se a digital esta cadastrada no sistema. Em alguns casos também é possível configurar o equipamento para que ações especificas sejam efetuadas dependendo do dedo colocado no sensor. É possível configurar o equipamento para chamar socorro se um dedo especifico for colocado no sensor ou então ligar a TV, ascender as luzes e assim por diante.

Muitas são as possibilidades de controle a distância, como a manipulação de cortinas e persianas, Irrigação do jardim, acionamento da lareira a gás ou do ar-condicionado, monitoramento do bichinho de estimação, acionamento de torneiras e iluminação, entre outros. Para mais informações assista aos vídeos:  Vídeo I – Vídeo II – Vídeo III